“Jornal de Espiritismo” – a nova edição é distribuída em breve

jde74-capaA ADEP – Associação de Divulgadores de Espiritismo de Portugal publica de dois em dois meses uma nova edição de “Jornal de Espiritismo”.

Se é assinante vai recebê-lo em casa mas se não é quando visitar uma das inúmeras associações espiritas portuguesas vai poder adquiri-lo.

Os destaques desta vez são estes:

 

Entrevista: Alexander Moreira de Almeida: «O estudo dos fenómenos espirituais é um desafio»

«O verdadeiro cientista deve ter um caráter de humildade intelectual e de abertura para a natureza»: estas palavras são de Alexander Moreira de Almeida, professor de psiquiatria e investigador, em conversa aberta no evento que decorreu na Faculdade de Medicina Dentária da Universidade de Lisboa.

 

Encontro Nacional de Educadores Infanto-juvenis

Teve lugar na sede da Federação Espírita Portuguesa, pelas 9h00 do dia 8 de novembro, o Encontro Nacional de Educadores Infanto-juvenis: estiveram presentes 72 pessoas, das quais cerca de 50 eram evangelizadores espíritas, sendo os outros familiares ou diretores de casas espíritas.

 

Consultório: O cancro – “Porquê eu? Quando soube, quis suicidar-me!”

Gláucia Lima: “Este já era o seu quarto cancro ao longo dos seus 55 anos de idade, conta-nos Paula. Quando recebeu a notícia, quis pôr fim à vida…”

 

Norte: Seminário de Medicina e Espiritualidade

Auditório espaçoso e cheio – 210 lugares sentados, em Vila Nova de Gaia, num sábado, dia 24 de outubro de 2015. Os oradores, todos eles médicos de profissão, com um denominador-comum: o gosto pelos estudos espíritas…

 

Mais de 100 anos depois  

«Ups! Cuidado». O papel saído da tipografia em fins de 1910 está neste dia 16 de novembro de 2015 amarelado e frágil. Com o topo das páginas ainda por separar, para poder ser por fim lida, a publicação de 16 páginas de formato próximo do A5 tem de se submeter a este trato.

 

Chico Xavier: homem-bom ou vedeta?  

É normal: isso faz parte da natureza do ser humano…

 

Por onde começar?

Ano novo, estudo novo e a base da doutrina espírita. A certa altura, tive de repensar a estratégia. A troca de e-mails com um amigo ateu e decidido a contradizer as obras de Allan Kardec de uma ponta à outra já durava há um par de anos…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *